Buscar
  • Jonas Maria

Linguagem Neutra/Não-binária: questionando as principais críticas

Olá, pessoal! No vídeo abaixo trago as principais críticas feitas à linguagem neutra/não-binária, sendo elas:

- Não é acessível para pessoas com autismo, dislexia, surdos etc; - Ela é elitista; - O português já tem neutro e - Estão destruindo o português/fica feia.


Faço alguns contra-argumentos a respeito de cada uma. No final do post, você encontra referências que citei/usei no vídeo, bem como sugestões de leituras completares. Note que dentre os links, há críticas feitas ao uso da linguagem neutra. É importante lê-las também. Muito obrigado por lerem/assistirem!


VÍDEO: https://youtu.be/UcQvzqqMdq4


REFERÊNCIAS E LEITURAS COMPLEMENTARES:

LINK 1: Dicionário Merriam-Webster declara o pronome neutro ‘they’ como palavra do ano.

LINK 2: Universidade de Buenos Aires aprova o uso da linguagem inclusiva com "e".

LINK 3: Manual Para o Uso da Linguagem Neutra Em Língua Portuguesa.

LINK 4: Deixando o X para trás na Linguagem Neutra de gênero.

LINK 5: Os acordos ortográficos da Língua Portuguesa.

LINK 6: Reforma Ortográfica de 1911.

LINK 7: A linguística e o gênero neutro no português.

LINK 9: Manual para o uso não sexista da linguagem.

LINK 10: A produção do sexismo na linguagem: gênero e poder.

LINK 11: O masculino genérico: uma questão gramatical ou um debate ideológico?

LINK 12: O uso da Linguagem Neutra como visibilidade e inclusão para pessoas trans e não-binárias.

LINK 13: O papel e a função da linguagem não-binária ou neutral no contexto das redes sociais.

LINK 14: De vossa mercê a cê: caminhos, percursos e trilhas.

LINK 15: Guia para Linguagem oral Não-Binária ou Neutra.


3,125 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O Radfem e os Homens Trans pt 2

Pra quem não sabe, existe toda uma crítica do feminismo radical em relação a transexualidade. Algumas pessoas até conhecem o posicionamento do radfem em relação às mulheres trans e geralmente elas us